Terapia de casal no dentista?

Um grande vilão da boa convivência entre casais está com seus dias contados. Trata-se do ronco, situação presente em 40% da população do sexo masculino e em 30% do sexo feminino. Engana-se quem pensa que o ronco é só um ruído alto e chato que atrapalha o sono do parceiro que não ronca. Na verdade, é um alerta para um problema grave de saúde, conhecido como apnéia do sono, que são pequenas paradas respiratórias durante a noite que fazem com que a pessoa durma mal e não tenha o chamado sono reparador. Além disso a apnéia do sono está bastante relacionada com arritmias cardíacas, aumento da pressão arterial e infarto.

Tá, mas e onde o dentista entra nessa história? O tratamento do ronco e da apnéia do sono também pode ser realizado através do uso de aparelhos intra-bucais. Essa indicação de tratamento vem ganhando importância pela facilidade de adaptação e eficácia dos aparelhos.

Estes aparelhos são construídos de modo a posicionar a mandíbula mais para frente, possibilitando que a passagem do ar na garganta fique desobstruída e só são utilizados durante a noite. Existem algumas limitações que precisam ser avaliadas, muitas vezes com o auxílio do médico de sono e da polissonografia, que é um exame onde a pessoa dorme na clínica uma noite, sendo monitorada em todos os aspectos do seu sono.

Ficou interessado no assunto? Não hesite em entrar em contato!!