Quem leva a melhor na hora da escovação: escova de dentes manual ou elétrica?

 

escova elétrica ou manual

Essa é uma pergunta recorrente no consultório porque desde que a escova elétrica foi inventada paira a dúvida se ela realmente vale o investimento.

Vamos começar do princípio: por que devemos escovar os dentes?

O fato é que temos mais de 600 espécies de bactérias vivendo em nossa boca – é sempre quente e úmido lá dentro por isso é o terreno ideal para proliferação. Estas bactérias podem se acumular sobre os dentes, tornando-se placa bacteriana. A placa pode produzir cárie e gengivite, que é a doença da gengiva e periodontite, que é a doença óssea. 

Então, motivos para realizar uma escovação perfeita você já tem. Agora voltemos ao título do post – quem leva a melhor na hora da escovação: escova de dentes manual ou elétrica?

Toda  investigação (não tendenciosa) mostra que escovas manuais e elétricas funcionam da mesma forma, quando usadas corretamente. E o que se entende por “quando usadas corretamente”?  É uma escovação com movimentos circulares ou de varredura, sempre partindo da gengiva para o dente e também da língua, com suave pressão, por no mínimo 2 minutos.

Mas calma…ainda não jogue no lixo a escova de dentes elétrica  porque ainda há um lugar para ela. Muitas pessoas usam muita força na escovação, o que é ruim porque chegam a expor a dentina e as raízes dos seus dentes, relatando grande sensibilidade dentária. Algumas escovas de dente elétricas têm sensores embutidos que detectam a pressão quando você está escovando muito forte, como é o caso da OralB Professional Care 5000. Pronto, está aí um ponto positivo para a escova elétrica.  Outro ponto positivo para a escova elétrica diz respeito aos pacientes que apresentam uma deficiência motora, mesmo que temporária, como nos casos de acidentes, que limitam ou dificultam a realização dos movimentos corretos com a escova manual. Se você anda procurando uma escova elétrica para chamar de sua, existe uma que anda despertando interesse por seu design super moderno, a nova LUNA mini 2 da FOREO. Ela apresenta cabeça com filamentos de silicone e tem carga que dura até um ano.

Para finalizar o debate, o que percebo no consultório é que uma boa escova elétrica, além de apresentar um movimento correto, motiva meus pacientes, no sentido de eles usarem a escova por mais tempo. E isso é o que realmente importa, não o fato de serem manuais ou elétricas.

Ficou ainda com dúvidas? Deixe seu comentário/pergunta aqui em baixo! Terei prazer em responder!!