Top 10 – Mitos da Ortodontia – parte final

Hoje eu apresento os últimos três mitos da Ortodontia do nosso Top 10. Continuamos com o número 8, que é também um dos campeões de audiência aqui no consultório…

8. Os braquetes estéticos não são tão resistentes quanto os metálicos.

Essa afirmação podia até ser verdade quando os braquetes estéticos foram lançados. Os primeiros braquetes que se auto-intitulavam estéticos foram os de policarbonato, que nada mais são do que um tipo de resina plástica. Então para esse tipo de peça a resistência não era grande mesmo e diga-se de passagem, nem a estética. Depois apareceram os de cerâmica ou porcelana e agora, mais recentemente, os de safira. Aqui no consultório só utilizo os braquetes de safira porque são imbatíveis no aspecto estético por conta da translucidez da peça e em nada ficam a dever para a resistência ou eficácia dos braquetes metálicos. Por isso, se você tem ainda tem algum receio quanto ao uso deste tipo de peça, pode relaxar porque esse é mais um mito da Ortodontia. 

 braquete transparente - safira

9. Meu filho ainda tem dentes de leite então não preciso levá-lo ao ortodontista.

Grande engano!! Existem problemas na oclusão que devem ser tratados o mais precoce possível, ou seja, ainda com dentes de leite. Se essas alterações não são corrigidas cedo podem acarretar danos maiores nos dentes e  até mesmo na face da criança. Você deve levar seu filho ao ortodontista por volta dos 6-7 anos para que seja feita uma avaliação, dessa forma você diminui as chances de um tratamento tardio mais invasivo (com extrações) ou muito longo.

10. A data que vou remover meu aparelho já foi estabelecida no início do tratamento

Quando inicio um tratamento já consigo prever em quanto tempo vou finalizar o caso. Isso é fruto da experiência de muitos casos já tratados com sucesso. Então até gosto de dar esse prazo para meu paciente, mas faço questão de alertar que o sucesso depende dele também. Para que a estimativa seja cumprida é necessário que não haja faltas, quebras e que haja acima de tudo, cooperação com o tratamento.

Espero que a sequência de posts tenha sido útil!!

Ficou alguma dúvida? Então não deixe de perguntar!!!