Por que as listras da pasta de dente não se misturam dentro do tubo?

Primeiro, porque os ingredientes de cores diferentes ficam armazenados em compartimentos separados. Segundo, porque as listras só aparecem perto da boca do tubo. A bisnaga inteira é preenchida por creme dental comum, de cor branca. Nas laterais superiores do tubo, encontramos o gel colorido que dá forma às listras. O segredo é que o gel e o creme seguem por “estradas” exclusivas até bem perto da saída. A parte branca sobe por um duto que tem pouco mais de meio centímetro de diâmetro, a mesma dimensão da pasta que chega até a escova. O gel, por sua vez, flui por quatro buraquinhos de 1 milímetro que desembocam no duto principal. Lá dentro, as pequenas saídas de gel interceptam o fluxo de pasta branca e as listras coloridas começam a se espalhar pelo creme. Como isso acontece a apenas 1,5 centímetro da saída, os filetes coloridos saem quase intactos. Eles só vão se juntar dentro da boca, na hora em que a gente escova os dentes.

Cada cor no seu canto

Confinado em compartimentos que o separam do creme branco, o gel colorido só se mistura á pasta 1,5 centímetro antes da boca do tubo. Isso preserva as listras e impede que o creme dental vire uma mistureba de cores.

via: http://mundoestranho.abril.com.br