Curiosidades sobre a sua saliva. Você sabia que…?

Captura de Tela 2013-08-05 às 21.00.46

Para a maioria das pessoas o termo “dentista” traz à mente, boca, dentes e gengivas. O termo “saliva” ou “cuspir” normalmente não é o nosso primeiro pensamento. Suponho que a população em geral tem até um pouco de “nojinho” desse assunto, mas como dentista que sou, tive que superar essa reação há muito tempo!!

O sistema salivar é realmente um ambiente complexo e fundamental para a nossa saúde oral e digestiva. A saliva mantém a saúde dos tecidos moles e duros de nossas bocas e ajuda na nossa fala. Ela contém antioxidantes que combatem muitas substâncias que danificam a reparação das células e ajudam a inibir o desenvolvimento de cáries dentárias. É uma parte integrante do nosso sistema digestivo, lubrifica nossa boca e garganta, para que possamos mastigar e engolir os alimentos.

Você sabia que …?

O corpo produz entre um e dois litros de saliva por dia.

Estudos mostram que asmáticos têm mais cáries do que os não-asmáticos.  Boca seca pode ser a razão.

Estresse e depressão podem reduzir os níveis de saliva.

O fluxo de saliva é maior quando sentado e em pé do que quando deitado em uma cama.

Saliva é 98%  água. Enzimas, muco, antioxidantes, electrólitos, proteínas e outras substâncias importantes compreendem os outros 2%.

Ficar excessivamente animado ou irritado pode aumentar a salivação.

Saliva lava detritos e banha a superfície dentária com o cálcio, uréia, bicarbonato e fosfato de íons, que ajudam na reparação dos dentes.

As glândulas submandibulares produzem 70% de saliva da boca.

Níveis elevados de cortisol na saliva foram usados ​​para detectar o stress em recém-nascidos e têm sido associados à função cognitiva comprometida (problemas de memória), de acordo com um estudo relatado em Maryland General Psychiatry, (Julho de 2007).

Goma de mascar (chiclete de preferência sem açúcar contendo xilitol) ativa o fluxo de saliva e pode aumentar a produção em 1.000%.

Produção de saliva aumenta antes de vômitos e o bicarbonato existente nela atua como um agente de tamponamento com ácido,  que protege o esmalte dos dentes.

Se perdeu em uma caverna sem luz, você deverá produzir até 40% menos saliva.

Segundo a Academy of General Dentistry, 9 em cada 10 doenças sistêmicas produzem sinais e sintomas orais.

O esmalte fica mais duro à medida que envelhecemos graças ao seu banho constante de saliva.

Goma de mascar  pode ajudar pacientes submetidos à cirurgia na recuperação da função normal do intestino de maneira mais rápida – em parte graças ao aumento da salivação, como têm notado alguns médicos.

As mulheres grávidas podem babar mais durante a gravidez.

Cheiros fortes causam um aumento de curto prazo na salivação.

Pesquisadores descobriram que a saliva é uma boa ferramenta de diagnóstico. Por exemplo, os cientistas identificaram mais de quatro dezenas de proteínas na saliva que distinguem as mulheres saudáveis ​​daquelas com um elevado risco de câncer de mama.

Um simples teste de saliva pode detectar HIV, drogas ilegais e outras toxinas ambientais.

E essas curiosidades são apenas sobre a saliva… Nosso corpo humano é uma verdadeira maravilha, não é mesmo?!!

Até a próxima!!