Já usou aparelho ortodôntico mas seus dentes se movimentaram? Sabia que você pode exibi-los perfeitos novamente?

Captura de Tela 2014-04-06 às 15.01.10Alguns pacientes aparecem aqui no consultório, depois de um tratamento ortodôntico já concluído, com a queixa de que os dentes se movimentaram e já não estão tão retinhos e bonitos como antes. Eles apresentam espaço ou um desalinhamento entre os dentes. O nome disso é “recidiva”.

Detecção precoce é a palavra chave para o sucesso!! Quanto mais cedo a recidiva for detectada, mais simples é sua correção!

Então, por que isso acontece e quais são as opções disponíveis para a correção?
Causas da recidiva ortodôntica

Pequenos movimentos nos dentes são inevitáveis​​, mesmo com o uso da melhor contenção do mundo. Os tecidos que suportam os dentes (ossos e gengivas) mudam com o tempo e as contenções tornam-se levemente distorcidas ao longo do tempo…como em tudo que se lida com sistemas biológicos, como o corpo humano, não existe resultado absoluto, tudo está em constante mudança, a não ser quando a gente morre, né?! E isso sempre é muito bem explicado para nossos pacientes quando iniciam o tratamento ortodôntico.

A recidiva geralmente é mais comum em pacientes que não usam suas contenções da maneira recomendada pelo ortodontista. Se essa quebra no protocolo do uso da contenção acontece antes dos 12 meses do término do tratamento ortodôntico ativo, os tecidos de suporte podem não ter tido tempo de se estabilizar…e acaba acontecendo a recidiva. Além do que nossos dentes são circundados de fibras que têm memória e elas tendem a voltar para a posição inicial ao tratamento ortodôntico. Taí mais uma causa para a recidiva!

Tá mas você pode estar se perguntando? “Eu fiz tudo direitinho, usei minha contenção o tempo pré-determinado pelo meu ortodontista e mesmo assim tive recidiva? Calma, se seu tratamento foi bem finalizado, a culpa pode estar no crescimento residual da sua mandíbula. Isso já foi assunto de um post anterior. Não leu? Clica aqui

Quais são as opções disponíveis para a correção?

1 . Manter sob acompanhamento

Se apenas pequenos movimentos ocorreram e as contenções estão sendo mantidas e usadas de maneira satisfatórias, nenhuma intervenção pode ser necessária. A própria conteção, dependendo do tipo utilizada, pode corrigir pequenas alterações.

2 . Retratamento

Se a recidiva já não tem mais como ser controlada apenas com o uso da contenção, um retratamento deve ser considerado.

Opções para o retratamento incluem:

O uso de aparelhos fixos convencionais, metálicos, estéticos ou linguais.

Com o aparelho lingual, há a opção de se montar apenas os seis dentes anteriores e assim deixar o retratamento mais rápido e invisível.

E por falar em invisível, temos ainda as opções dos alinhadores invisíveis, com o invisalign que uso e tenho excelentes resultados com ele.

A abordagem adotada dependerá da extensão da recidiva e de quantos dentes estão envolvidos.

Venha e converse sobre as melhores opções para o seu caso. Lembre-se: quanto antes corrigida a recidiva, mais simples e rápida a solução!!