Por que minha gengiva sangra?

em

Captura de Tela 2015-01-28 às 07.52.57

Escuto essa pergunta com com alguma frequência e por isso resolvi escrever um pouquinho sobre esse assunto hoje.

É lógico que o sangramento gengival  pode acontecer devido a um corte ou outro machucado, mas quando você percebe um sangramento fora do comum e constante, deve ser motivo de alerta.

Diversos problemas de saúde estão relacionados ao sangramento da gengiva. Dê uma lida e veja se você se encaixa em algum deles.

Gengivite: o principal causador

A principal causa de sangramento na gengiva é ocasionada por um problema chamado gengivite. De uma forma generalizada, pode-se dizer que a gengivite é a inflamação constante de suas gengivas devido à remoção inadequada das placas bacterianas. Leia-se: LIMPEZA INEFICIENTE!!!

Normalmente, estas placas bacterianas (película formada por restos de alimentos e bactérias que residem em nossa boca) devem ser retiradas de seus dentes por meio da escovação regular (sempre após as principais refeições) e através do uso do fio dental.

Quando a remoção não é feita, o acúmulo das placas libera ácidos que irritam suas gengivas. E como resultado vem o sangramento.  E o que a maioria dos pacientes faz? Deixa de passar o fio dental ou escova bem menos aquela região porque está sangrando. É um círculo vicioso: não passam o fio porque está sangrando, mas não percebem que está sangrando porque não passam o fio. Não!! Não!! Não!! É exatamente isso que a bactéria quer para ganhar o jogo! Não dê mole para elas não!! Escove, escove, capriche ainda mais na escovação e no fio dental!! Mas olha, caprichar, não quer dizer pôr força, não!! Sua gengiva é delicada! A qualidade da escovação nada tem a ver com a força empregada, viu?!

O tratamento na fase inicial da gengivite é muito simples, mas quando isso não acontece, surge outro problema chamado periodontite.

Periodontite

Como você já leu mais acima, o dente produz placas que quando não removidas pela higiene do dia a dia, com o tempo tornam-se endurecidas e precisam ser retiradas com seu dentista.

A periodontite pode ser uma gengivite em estágio mais avançado. Ela pode deixar seus dentes com mobilidade, ou seja, com a sensação de estarem moles. Isso se dá porque a inflamação da gengiva passa para os ligamentos dos ossos que dão sustentação aos seus dentes. Por isso, o acompanhamento de um bom dentista faz toda a diferença!!

Alterações hormonais na gravidez

Pode parecer estranho para algumas pessoas, mas sim, a alteração de alguns hormônios pode causar o sangramento de suas gengivas. Isso acontece principalmente em gestantes.

Nas grávidas, o sangramento gengival também pode ser ocasionado pelo modo errado de escovação. A mulher grávida enjoa com muita frequência e, sempre após os vômitos, escova os dentes, deixando a gengiva muito mais irritada. O correto, não somente para grávidas, mas para todos que têm alguma irritação ou outro incômodo estomacal causador de vômitos, por qualquer motivo, é lavar a boca apenas com água ou um enxaguante bucal. Deixe a escovação para depois, quando o líquido ácido do estômago já tiver sido eliminado da boca.

Outras causas de sangramento na gengiva

Existem problemas menores, mas não menos importantes, que também causam o sangramento na sua gengiva. Entre os principais podemos citar a falta de vitamina K no organismo, escovações feitas de forma incorreta, uso de dentaduras sem ajuste correto, uso do fio dental de forma inadequada, uso de medicamentos ou substâncias para afinar o sangue e outras infecções específicas nos dentes, entre outros casos.

Consulte sempre o seu dentista

A falta de um acompanhamento odontológico pode agravar esses problemas. Casos mais sérios podem gerar doenças ainda mais prejudiciais e afetar não apenas sua estética, mas seu corpo como um todo.

Por isso, não deixe de consultar o seu dentista com uma frequência de pelo menos de seis em seis meses ou sempre que perceber qualquer alteração. Somente assim, a causa do sangramento de sua gengiva pode ser explicada e a manutenção da sua saúde bucal realizada.

E aí, vamos tratar melhor as suas gengivas? Quais dessas dicas foram mais úteis para você? Entre em contato!! Até a próxima!!